É agora o Momento Favorável

posted in: Diocesaninho | 0

DIOCESANINHO – MARÇO 2022

 

 

CARTA PASTORAL

 

“Como colaboradores de Cristo, nós vos exortamos a não receberdes em vão a graça de Deus, pois ele diz: “No momento favorável, eu te ouvi e, no dia da salvação, eu te socorri”. É agora o momento favorável, é agora o dia da salvação.” 2 Cor 6, 1-2

 

Estimados jovens e tios do Movimento CLJ, eu desejo que a Graça e Paz de Deus estejam com todos vocês.

É com grande alegria que retomamos também nossas Cartas Pastorais. Com alegria sim, mas também com muitos desafios. Pois sabemos por experiência quantas consequências negativas a pandemia trouxe com o isolamento, medo, mortes de entes queridos e também a questão financeira e econômica.

Realmente são muitas as consequências, e que afetaram também a nossa forma de ser Igreja, pois nossos grupos enfraqueceram muito, muitos jovens e tios saíram do movimento, outros se sentem desanimados, desmotivados, e agora que Deus em Sua infinita Misericórdia nos deixou aqui, nos resta amar e servir para que o CLJ possa continuar sendo o que sempre foi: instrumento de encontro com Nosso Senhor Jesus Cristo.

Para isso temos um tempo muito oportuno, a Quaresma. Um tempo de preparação para a principal celebração da nossa fé, a Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor, a Páscoa. Um tempo favorável para a oração, penitência, caridade, para a conversão, onde somos chamados a nos voltarmos para nós mesmos, refletir sobre nossa vida e buscar as virtudes de que necessitamos para melhor corresponder ao chamado que Deus tem para cada um de nós.

Queremos acolher o que nos diz São Paulo nesta passagem retirada da segunda leitura da Quarta-feira de Cinzas: “nós vos exortamos a não receberdes em vão a graça de Deus”, se dentre tantos que faleceram, Deus nos concedeu a graça de estarmos vivos até hoje, nós não podemos receber em vão essa grande graça. Queremos aproveitar essa Quaresma para uma conversão pessoal, mas também dos nossos grupos de CLJ, voltarmos a ser aquilo que temos que ser: um grupo formado por jovens, tios e padres, que pela unidade na oração, com um tripé de Estudo, Piedade e Ação, e através da formação da liderança, busca se encontrar cada vez mais com Jesus Cristo e através da Fé, Esperança e Caridade, realizar a Sua Vontade no cotidiano de nossas vidas.

“É agora o momento favorável”, que cada um de nós, com seus dons, talentos e qualidades colocadas a serviço da Igreja, possa aproveitar esse momento favorável, e como sempre cantamos: “Deus quis do homem precisar pro Seu Reino de Amor construir”, Deus conta contigo, a Igreja conta contigo, o CLJ conta contigo. Qual será a nossa resposta? Vamos juntos colaborar, vamos juntos servir, vamos juntos amar, pois “é agora o dia da salvação”.

 

São Pedro e São Paulo, rogai por nós!
Virgem Santíssima, intercedei por nós!
Divino Espírito Santo, iluminai-nos!
Amém!

 

padre gabriel

Pe Gabriel Santos
Diretor Espiritual Diocesano.

 

 

 

“FALA AÍ, PRESIDÊNCIA!”

 

presidência 2022

 

No ano de 2022, muitas são as atividades a serem colocadas em prática. O retorno aos eventos presenciais, os cursos em seus formatos usuais, a vida voltando ao normal aos pouquinhos e o CLJ seguindo seu propósito de cativar cada vez mais almas para Deus.

Com o departamento de ligação, não poderia ser diferente. Em um ano com tanto a ser feito, temos a alegria de anunciar que teremos não um, mas dois cursos de CLJ III no ano de 2022! E que felicidade saber que novos jovens se abrem cada vez mais a serviço da Igreja de Cristo!

Com essa notícia, temos a certeza de que, mais do que nunca, os jovens anseiam em retribuir ao Senhor por Sua generosidade. Percebemos em cada um dos SIM dados, a alegria da entrega e da busca diária por ser todo de Deus.

Sabemos que muitos são os desafios em nossos grupos, em nossas realidades, mas, unidos em oração, e nos colocando à disposição de Deus em Seus planos, não há tarefa que fracasse. Não deixemos de lado o poder de uma oração bem feita ao Pai! Muitas vezes, acabamos por querer agir sem pedir a graça de Deus, esquecendo-nos de que, Pedro, confiando no Senhor, andou sobre as águas, mas, perdendo a confiança, quase afundou.

Que ao longo desse ano que se inicia, possamos rezar e contar uns com os outros. Que possamos, de fato, vestir a armadura do exército de Cristo e, de mãos dadas, proteger e zelar por esse Deus que não cansa de lutar por cada um de nós. prés, pós I, pós II e pós III, que tenhamos coragem, que sejamos um e que busquemos, sempre e sem reservas, o Cristo: nosso Ideal.

 

 

 

ESPECIAL: OBRIGADA, TIOS!

 

obrigado tios

 

 

Família é uma das maiores bênçãos de Deus, Jesus, nosso Salvador, escolheu vir ao mundo no seio de uma família e quantas graças nos são dadas quando temos como inspiração e exemplo a família de Nazaré.

Nossa grande família do CLJ precisa de pais, nossos amados tios, que representam para nós, Maria e José. Nossas tias tem o amor de mãe, o carinho, zelo e cuidado de Nossa Senhora e nossos tios tem a dedicação e trabalho de São José, pela Igreja e pelos jovens. Em muitos momentos não é fácil assumir esse papel de pais e assumir a cruz em meio aos problemas, mas é necessária a certeza de que Jesus nunca nos disse que seria fácil, mas disse que valeria a pena.

Sabemos que as maiores dificuldades geram as maiores bênçãos e nessa certeza devemos seguir o nosso caminho, de Igreja, na vida e no movimento, assumindo a nossa cruz e dedicando todo o amor buscando sempre semelhança na bondade de Maria e no servir de José.

Que tenhamos sempre a disponibilidade a Cristo e a coragem de darmos o nosso sim, como Maria, “faça-se em mim segundo a tua palavra”. Na nossa família CLJ nossos tios são nossos exemplos de coragem e perseverança perante as dificuldades da vida, nos ajudam a segurar as nossas cruzes quando não temos mais forças sozinhos.

Gratidão aos tios pelo amor e perseverança, precisamos de vocês e nutrimos um amor e gratidão incondicionais pelo que fazem por nós e pelo movimento. Vocês e suas famílias estão sempre em nossos pensamentos e orações!

 

Sagrada Família, rogai por nós!
Departamento diocesano de montagem.

 

 

O QUE É VOCAÇÃO?

 

o que é vocação

 

Vocação é o chamado sobrenatural de Deus para nossas vidas. Nossa primeira vocação é a santidade, mas através da vocação específica que deixamos nos conduzir por Cristo para realizar a vontade dele.

Quando Deus nos chama para uma vocação, é porque ali nós seremos mais realizados, é na vontade Dele que nossos corações se alegram. Todo o chamado de Cristo concede em uma missão, levar o outro a santidade, seja ela a vida religiosa, sacerdócio, matrimônio ou celibatária.

Mas afinal, como sabemos para qual vocação somos chamados?

Sabemos que fomos chamados a uma determinada vocação quando nos esforçamos para ouvir o que Deus tem a nos dizer os outros não para o nosso interior, quando conseguimos ouvir o chamado de Deus para nós temos que responder afirma afirmativamente esse chamado, para que isso ocorra é necessário que haja um despertar para a vocação.

Para realmente termos certeza de qual é a nossa vocação precisamos discernir com encontros vocacionais, ajuda de um diretor espiritual e como a vivência.

 

Departamento Vocacional Diocesano

 

 

 

A MÃE PEREGRINA E A ORIGEM DA TRADIÇÃO DAS CAPELINHAS

 

Você já ouviu falar sobre as capelinhas? E sobre a tradição de levá-las de casa em casa para que todos da comunidade rezem juntos? Pois hoje contaremos um pouco dessa história!

Tudo começou no Equador, em 26 de agosto de 1888. O padre José Maria Santistevan começou a perceber que os fiéis da época estavam se afastando de Deus e da Igreja, por isso, iniciou uma nova prática devocional: uma imagem do Imaculado Coração de Maria que passava de casa em casa. No Brasil, as capelinhas chegaram em 1914, mais precisamente em Belo Horizonte. Desde então, são muitos os lugares que as cultivam, com as mais variadas imagens devocionais.

Esta tradição, que já dura mais de um século, chegou também ao CLJ, através da Mãe Peregrina. Essa imagem, assim como as capelinhas, passa de grupo em grupo, levando a presença de Nosso Senhor e a intercessão de Nossa Senhora. Além da Mãe, temos uma caixinha, na qual colocamos nossas intenções, a fim de que todos os jovens e tios rezem pelos pedidos uns dos outros.

Neste ano, a capelinha do CLJ voltará a circular pelos grupos de nossa diocese levando, cada vez mais, a devoção à Nossa Senhora e unindo nosso Movimento através da oração. Ao receberem ela em seus grupos, sugerimos que dediquem um momento para rezarem, todos juntos, entregando todas as suas intenções para nossa Mãe.

 

Que 2022 seja um grande ano para todos nós!
Virgem Maria, rogai por nós!
Departamento Diocesano de Liturgia

 

 

 

SEGUE ESSA DICA

 

FILME

 

Padre Pio é um emocionante filme sobre a vida e obras do Padre Francesco Forgione (1887 -1962), que, na vida religiosa, assumiu o nome de Pio de Pietrelcina e foi canonizado pelo papa João Paulo II, em 2002. O filme acompanha a trajetória de fé dessa grande personalidade da Igreja Católica no século XX. Este filme é muito bom para todos olharem, pois mostra na forma física a obra dos demônios em nossas vidas, faz pensar em como somos fracos, e como a oração, jejuns e penitências, podem nos ajudar.

 

 

 

DINÂMICA

 

Santos da Peleia

Uma promoção para atrair os jovens que adoram um esporte e fortalecer o vínculo dos que já estão no grupo fora do horário das reuniões, como por exemplo: Futsal, futebol, vôlei, basquete e até uma caminhada normal ou como romaria.

 

– Colocando em Prática I:

Escolher um dia de melhor disponibilidade para todos os jovens (domingos, após a missa do grupo ou alguma noite durante a semana), em seguida conseguir o local para o mesmo, em casos de o salão paroquial ter ginásio a melhor opção será agendar alguns dias antes para esse evento tendo autorização do pároco. Também há a possibilidade de ser feito em local público, ao ar livre, sendo esse de fácil locomoção para todos e gratuito. Após encontrado o local para a promoção, basta conseguir uma bola com algum dos jovens e separar as equipes para dar início ao jogo.

 

– Colocando em prática II:

Já a segunda opção será a caminhada com um destino à alguma capela próxima, catedral ou algum santuário, sendo essa uma boa opção. Podendo ser acompanhada também pelos departamentos de folclore e de liturgia, auxiliando com músicas e orações durante o trajeto, para trazer ainda mais animação e espiritualidade a todos.

Também se pode fazer uma caminhada sendo o destino a praça pública que se deseja utilizar para algum jogo e no caso de a cidade ter várias praças por que não fazer uma reunião em cada praça não é mesmo.

 

Outras dicas

• Algo que pode tornar ainda mais atrativo esses eventos seria levar lanches, podendo os guris ficarem responsáveis pelos refrigerantes e água e as gurias pelos comes, sendo tudo partilhado.
• A música sempre é bem-vinda, logo recomendamos também que se leve uma caixinha de som para curtirem mais o momento.

 

 

 

PÓS

 

O CLJ não tira férias, é divertido e traz alegria

Como vocês já devem ter visto, durante os primeiros meses do ano é colocado no ar (e em prática também), a campanha “CLJ não tira férias”. A continuidade do ano anterior, também se dá através de atividades e práticas que engajam e fazem os membros participantes sentirem que não somente de formações, seguindo o cronograma é que se faz o CLJ. Pensando nisso, nós, do Departamento Diocesano de Pós, pensamos em conjunto para elaborar um pequeno norte, para que todos os grupos possam se basear e formar, assim, um momento de vivência do verão e início do ano de uma forma diferenciada, alegre e que faça os jovens verem o quão bom é participar do movimento.

Sendo assim, mesmo não tirando férias, por que não aproveitar esses momentos para fazermos atividades diferenciadas? Durante o ano, sempre há aquela correria e muito trabalho a ser feito. Dessa maneira, propomos a todos os grupos que abram novas possibilidades de formações, atividades e ações que diferenciem esse início de ano.

Com isso, trouxemos aqui, algumas sugestões de atividades que todos os grupos podem proporcionar a seus membros, de forma que trabalhe a união do grupo, o engajamento dos jovens, a percepção de que o CLJ realmente é uma família que está disposta a ajudar em qualquer situação, sejam momentos bons ou ruins. Portanto, seguem aqui alguns exemplos de dinâmicas e atividades que podem ser utilizadas:

 

 

Trabalho em equipe

Objetivo da dinâmica:

Mostrar que é essencial que o grupo se una para alcançar o mesmo objetivo.

Material necessário:

garrafinha, caneta e barbante.

 

Passo a passo:

– Corte tiras de barbante de acordo com o número de participantes (mais ou menos 2 metros de cada pedaço de corda).
– Amarre uma das pontas de todos os barbantes, unindo-os em um mesmo ponto e nessa junção dos barbantes amarre uma caneta.
– Na sequência, as garrafas pet devem ser colocadas no chão, pois serão os alvos dos grupos.
– Cada jovem vai segurar a ponta de um barbante formando um círculo e o objetivo é que trabalhando em equipe, montando uma estratégia consigam colocar a caneta dentro da garrafinha.

 

 

 

Cada um é essencial:

Objetivo da dinâmica:

Entender que dentro do grupo cada um tem sua função e que ela é importante, que se um do grupo desistir ou não cumprir com a sua função pode abalar a estrutura do grupo.

 

Passo a passo:

– Fazer um círculo com cadeiras de modo que fiquem próximas.
– Cada participante deve sentar-se na cadeira de lado, ficando com a lateral do corpo no encosto da cadeira, todos devem estar virados no mesmo sentido.
– Os participantes apoiam os pés no chão e se deitam para trás. escorando as suas costas nas pernas de quem estiver atrás.
– Quando todos estiverem apoiados uns nas pernas dos outros, alguém de fora começa a retirar as cadeiras, fazendo com que precisem se equilibrar e se sustentar.

 

 

Responsabilidade do pós:

Objetivo:

Mostrar que nossa principal função como pós é cuidar e ensinar os nossos prés.

Material:
Balão e caneta

 

Passo a passo:

– Encher os balões e escrever em cada um a palavra pré ou então escrever o nome de cada pré do grupo.
– Entregar um ou mais de um balão a cada pós e explicar que sua responsabilidade é proteger e guiar aquele pré.
– Combinar com alguém de fora para que tente estourar os balões com um alfinete.
– Fazer uma reflexão falando que cada balão estourado representa um pré que passou pelo grupo, mas não permaneceu.

 

 

 

 

 

PRÉ

Queridos jovens e tios, no mês de março estamos fazendo o relançamento do diocesaninho. E para ajudar nossos grupos paroquiais, nós do departamento de pré diocesano, preparou diversas ideias de formações para preencher os calendários dos nossos grupos paroquiais. Se liga nos temas e correm atrás dos formadores!

 

1. Santos | o que é? | como se torna santo | Santos jovens | todos nós podemos ser Santos?

 

2. Sacramento da Confissão | O que é confissão? | Como devo confessar meus pecados? | Quais os pecados para confessar? Como identificar? | O que a Bíblia diz sobre confissão?

 

3. Virtudes | O que são virtudes? | Como Conquistá-las? | Como vive-las em nosso cotidiano? | Virtudes Cardeais e Teologais

 

4. Como ser jovem cristão e evangelizar nos tempos de hoje? | Como evangelizar no dia a dia e nos diferentes ambientes em que eu estiver? | Como evangelizar nas redes sociais? | Como ser cristão sem deixar de ser jovem?

 

5. Santa Missa | Qual o sentido da Santa Missa? | Qual a sua importância? | Como é a sua estrutura?

 

6. Quaresma |O que é? |Quantos dias possui? | Qual seu significado? | Penitências | Cor roxa

 

7. Redes sociais | como usá-las corretamente | o que devemos evitar | partes boas e partes ruins

 

8. Sagrada família | quem compõem | importância dela e história de todos

 

 

 

SANTO DO MÊS – SÃO JOSÉ – MARÇO/2022

 

“São José é o homem que não fala, mas obedece, o homem da ternura, o homem capaz de levar adiante as promessas para que se tornem firmes, seguras”. (Papa Francisco)

Todos os anos, no mês de março, a Igreja Católica nos convida a celebrar com alegria a Solenidade de São José, no dia 19. São José, como bem sabemos, foi o escolhido por Deus para ser o Pai de Jesus, nosso Salvador. Assim como Maria, José teve sobre a terra uma missão nobilíssima, que exigiu de sua alma uma entrega total aos desígnios do Senhor, o que fez muito bem.

Desde o momento em que aceitou o seu chamado, não lhe faltou a fé, a diligência e a fidelidade.

Fé, pois confiou inteiramente nos propósitos de Deus sem pensar no que diriam, falariam, pensariam. Fez o que deveria ser feito por compreender que nesta terra o que importa é a vontade do Pai.

Diligência, pois foi no cumprimento simples e dedicado de suas tarefas como carpinteiro, que ele educou o Menino Jesus para que se tornasse um bom homem, a seu exemplo. Compreendia que no trabalho escondido e silencioso, se podia encontrar a grandeza da vida interior.

E fidelidade, pois em meios aos desafios, lutas e necessidades que surgiram ao longo do caminho, desde a ida a Belém até as fugas para manter a vida do menino, São José jamais vacilou, sabia que o seu compromisso era com o Deus que nunca abandona os seus, por isso, estava disposto a tudo.

Por essas e tantas outras virtudes, somos convidados a dedicar nosso mês a ele, o bom São José, que nos toma também como filhos e não mede esforços para garantir que o Céu seja também para nós.

 

São José, rogai por nós!
São José, Providenciai!

 

 

 

 

PROMOÇÃO DOS GRUPOS

 

 

 

 

 

Download

Você pode fazer o download do Diocesaninho em PDF clicando na imagem acima

 

Gostou! Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.