Fevereiro 2020

posted in: Diocesaninho | 0

Carta Pastoral

 

          Estimados jovens e tios do nosso querido Movimento CLJ, eu desejo que a Graça e Paz de Deus estejam com todos vocês.

          No ano passado tivemos uma linda experiência com o Ano da Piedade, onde olhamos e meditamos com mais atenção sobre essa importante parte no nosso Tripé.

          Agora em 2020, teremos o nosso “Ano do Estudo”, e para nos inspirar teremos uma passagem Bíblica é que nosso lema para esse ano, ela vem da Primeira Carta de São Pedro.

          “Estai sempre prontos a responder para vossa defesa a todo aquele que vos pedir a razão de vossa esperança, mas fazei-o com suavidade e respeito.” (1Pd 3,15)

          O Senhor vem ao encontro de quem o procura. Hoje em nossos dias são muitas as ocasiões em que temos que defender a nossa Fé ou dar razões da nossa Esperança, mas nem sempre nos sentimos preparados para isso e acabamos nos frustrando e às vezes até perdendo a paciência ou brigando com pessoas que muitas vezes são até próximas de nós, até da nossa família.

          Queremos nesse ano estudar a nossa Fé para poder responder àqueles que nos pedirem as razões da nossa Esperança. E claro, sempre devemos fazer isso com muita caridade, pois quando não se tem caridade, é uma prova que não se está na verdade.

          A verdade deve sempre vir com amor, por isso, ao falar da nossa Fé e dar as razões de nossa Esperança, devemos fazer isso sempre com muita Caridade, com suavidade e assim, não poderia deixar de citar nessa carta pastoral, a primeira desse ano e a primeira do Ano de Estudo, uma citação clássica sobre a importância da Fé e a Razão andarem juntas para chegar a contemplação da verdade, e esta vem da Carta Encíclica Fides et Ratio, do Papa João Paulo II, sobre as Relações entre Fé e Razão, onde nos diz já na introdução:

          “A fé e a razão (fides et ratio) constituem como que as duas asas pelas quais o espírito humano se eleva para a contemplação da verdade. Foi Deus quem colocou no coração do homem o desejo de conhecer a verdade e, em última análise, de O conhecer a Ele, para que, conhecendo-O e amando-O, possa chegar também à verdade plena sobre si próprio

(cf. Ex 33, 18; Sal 2726, 8-9; 6362, 2-3; Jo 14, 8; 1 Jo 3, 2).”


Ao longo desse ano, contamos com a criatividade e iniciativa de todos os membros do nosso Movimento para que sejam realizadas atividades que favoreçam o Estudo da nossa Fé. Os Diretores Espirituais, a Presidência e os Departamentos Diocesanos e Paroquiais estarão trabalhando para criar e apoiar iniciativas que promovam o Estudo.


Meus queridos que neste ano possamos crescer juntos através do estudo da nossa Fé, na Esperança e com Caridade, e que tudo isso nos leva ao mais pleno conhecimento da Verdade, e chegando a Verdade posso experimentar em nós a Presença Redentora de Nosso Senhor Jesus Cristo, e que possamos ajudar outras pessoas a fazer a mesma experiência.

 

São Pedro e São Paulo, rogai por nós!
Virgem Santíssima, intercedei por nós!
Divino Espírito Santo, iluminai-nos!


Shalom!

 

padre gabriel

Padre Gabriel Santos
Diretor Espiritual Diocesano do CLJ

 

Corrente de Oração

corrente de oração

 

  • 08/02 – Que a Sagrada Família neste ano, interceda por nós, e por nossos departamentos diocesanos.

 

  • 15/02 – Ó Deus, Pai e criador de todas as coisas que preparastes para vosso Filho e Senhor nosso uma família que lhe fosse digna, conceda-nos os dons necessários para minha família e eu vivermo na paz e no amor.

 

  • 22/02 – Sagrada Família exemplo de virtude, ajudai-nos a viver a alegria de estarmos no caminho da santidade e do bem. E que nossa família cresça em graça divina diante de Deus e dos homens.

 

  • 29/02 – Jesus, Maria e José abençoe e proteja todas as famílias do mundo, para que nelas reinem o amor, a alegria e a paz.

 

Santos do Mês

Sagrada família

Sagrada Família

          Que Grande graça, que grande dom. Neste mês, somos todos chamados a refletir sobre a vocação do matrimônio ao lado da Sagrada Família, após todo o advento da vinda de Cristo, se fazendo homem com um único objetivo.

          FEVEREIRO é o mês da Sagrada Família porque após as celebrações do Natal, a Igreja a venera.

          Foi na Sagrada Família que Jesus viveu toda a a sua vida antes de começar sua vida pública, para a salvação da humanidade. Ali Ele aprendeu as coisas santas, trabalhou com mãos humanas, obedeceu a Seus pais e se preparou para a grande missão.

          Olhando para a Sagrada Família, a Igreja deseja que os casais e filhos aprendam a viver segundo a vontade de Deus:

“O mundo seria bem melhor se o Natal não fosse um dia, se as mães fossem Maria e os pais fossem José”…

          Embora o começo da Quaresma mude de acordo com o calendário civil, uma boa parte do mês de Fevereiro nos dá um espaço de tempo entre as celebrações do Natal e foco maior na vida pública e no ministério de Jesus, que ocorrem na Quaresma.

 

 

LEMA DO ANO 2020

Lema do ano

          O Senhor vem ao encontro de quem o procura. Tem que saber dar, para conhecer melhor Aquele que encontrou. Tem que saber dar para si e para os outros, as razões da própria fé. Não bastam momentos, é imprescindível o aprofundamento daquilo que foi transmitido.

          Deus através da graça move a vontade humana e uma vez recebido o dom da fé, a vontade inclina a inteligência humana a buscar assentir e querer conhecer a Deus e os seus mistérios.

          Para Santo Agostinho todo conhecimento é uma forma de amor. Só se ama aquilo que se conhece. E, a busca do conhecimento pressupõe sempre um conhecimento prévio.”As três coisas que digo são: existir, conhecer e querer.

           Existo, conheço e quero. Existo sabendo e querendo; sei que existo e quero; e quero existir e saber. (…) Repare, quem puder, como a vida é inseparável nestes três conceitos: uma só vida, uma só inteligência, uma só essência, sem que seja possível operar uma distinção que, apesar de tudo existe”.[Agostinho, Confissões, São Paulo, Abril, 1973, livro XIII, capítulo 11, p. 293]

 

“Antes, santificai o Senhor Jesus Cristo em vossos corações e estai sempre prontos a dar a razão da vossa esperança a todo aquele que a pedir”. 1 Pedro 3, 15

 

          O amor é sempre uma decisão. O amor, para ser concreto deve ser fruto de uma escolha consciente que brote de uma busca honesta e sem preconceitos.

          Só é possível amar a doutrina da Igreja na medida em que se conhece o que ela afirma. Todos católicos possuem os meios necessários para conhecer a doutrina da Igreja, basta deixar de lado a preguiça e a desculpa, e dedicar-se para adquirir mais Conhecimentos sobre a fé.

          Os meios mais seguros para aumentar seus conhecimentos sobre a fé e conhecer a vontade de Deus são:


1. Aquisição de uma boa tradução das Sagradas Escrituras com comentários e rodapés aprovados pela Igreja;

2. Estudo do Catecismo da Igreja Católica;

3. Leitura das vidas e dos escritos dos santos que são modelos concretos da vivência do Evangelho;

4. Leitura dos documentos da Igreja, cartas e pronunciamentos dos papas.

5. Participação em congressos e cursos sobre a fé católica.

 

          Para viver a fé católica de modo seguro e autêntico, cada pessoa segue um ritmo de aprofundamento de seus conhecimentos sobre a fé.

          Você já tem o seu? Se não, bora começar?

 

A VOZ DO POVO

voz do povo

          Queridos jovens e tios do CLJ, mais ano que inicia e as atividades que nunca param. Por vezes podemos pensar que o CLJ poderia tirar férias, porém, isso nada mais é do que o viver da nossa fé. Vivemos a nossa fé de forma continua, não podemos parar de abastecê-la de estudo, piedade e ação. É claro, tem momentos que vivemos a nossa rotina de atividades de forma mais intensa do que outras. Mas, não podemos parar, é momento de colheita.

          Este ano de 2020 é um ano especial e comemorativo para mim, pois celebro 10 anos de movimento. Nesse tempo dá para aprender muita coisa, vivenciar inúmeros momentos e ver como Deus agiu na minha vida através deste movimento. É tanta transformação. E aos poucos, Deus vai também nos desafiando, ano passado, por exemplo, estar à frente do movimento, na Presidência, foi algo realmente edificante na minha vida. Não existe amor sem renúncias!

          E de fato foram muitas renúncias em 2019. Mas tudo é imensamente gratificante! É recompensador estar em estado de entrega, e oferta.

          Ano passado pude também conhecer o que realmente significa o CLJ, na sua amplitude, na sua particularidade.

          Nas suas fraquezas e na fortaleza que é este movimento, tão amado por Deus. Este ano, estarei novamente servindo à Deus através do CLJ, junto com a Aline Worste a Fran Monteiro. Desta vez, no Concelho Diocesano. Muitos desafios nos esperam, muitas ideias e projetos que queremos concretizar. E na certeza que só conseguiremos realizar se nós nos entregarmos de coração aberto para que a misericórdia de Deus aja no nosso labor.

          Jovens, não tenham medo de se entregar ao servir, quando forem chamados, quando sentirem que podem fazer mais, façam! Servir não é mérito, é Graça! Tenham coragem, permitam-se conhecer mais do movimento através dos departamentos diocesanos, por exemplo. O CLJ precisa muito do “SIM” de cada um de vocês para continuar sua caminhada e transformar muitas outras vidas, assim como foi a minha e a tua.

          Tios, o recado também é para vocês. Mais do que ninguém e cada vez mais, vocês sabem da importância da presença de vocês na vida dos jovens.

          A presença dos tios nos departamentos diocesanos é muito valiosa.

          Um grande abraço a todos, nos vemos por aí!

Tiago Estevão Bresolin
CLJ Nossa Senhora Medianeira

 

SEGUE LÁ

          Nathália Dutra é uma youtuber católica a mesma conta com mais de 100 mil inscritos no seu canal.

          A jovem aborda temas diversos, como por exemplo castidade, modéstia, na moro santo, e reflexões sobre assuntos da nossa fé.

          Youtube: Nathália Dutra

          Instagram: @NCDutra

Natalia Dutra

DICA DE LIVRO:

          Manuscrito autobiográfico de Santa Teresinha do Menino Jesus, retratando a sua vivência dos valores evangélicos.

          Simplicidade interior, acolhimento da vontade de Deus, abertura para aos irmãos, intensa vida de oração – o exemplo da pequena carmelita de Lisieux suscita ainda hoje o crescimento espiritual nas pessoas.

          Um testemunho de meditação, oração e fé.

historia de uma alma

Gostou! Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.